‘Alerta para População de Ribeirão Grande a respeito da febre amarela’

Publicado em 19 de fevereiro de 2019

No dia 16 de Janeiro DE 2019 a Secretária Estadual da Saúde de São Paulo divulgou uma nota confirmando 5(cinco) casos  de febre amarela no Vale da Ribeira. Também é de grande importância lembrar que o estado de São Paulo já registrou 31 casos e nove mortes este ano.

E hoje, mediante a esses casos e levando em consideração que somos um Município de Interesse Turístico, o Departamento de Saúde de Ribeirão Grande quer compartilhar com você, Cidadão, algumas informações sobre a doença.

Antes gostaríamos de lembrar que mesmo tendo em mãos a informação de que toda a nossa população está vacinada, o Posto de Saúde informa que a vacina está disponível.

– O que é Febre Amarela?

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores.

– Como é Transmitida?

O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa.

– Quais são os Sintomas?

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem:

  • Início súbito de febre;
  • Calafrios;
  • Dor de cabeça intensa;
  • Dores nas costas;
  • Dores no corpo em geral;
  • Náuseas e vômitos;
  • Fadiga e fraqueza.

A maioria das pessoas melhora após estes sintomas iniciais. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença.

ALERTA: A Febre Amarela é uma doença de notificação compulsória imediata, ou seja, todo evento suspeito (tanto morte de primatas não humanos, quanto casos humanos com sintomatologia compatível) deve ser prontamente comunicado, em até 24 horas após a suspeita inicial, às autoridades locais competentes pela via mais rápida (telefone, etc).

Como prevenir?

A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da febre amarela. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta vacina contra febre amarela para a população. Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema vacinal de apenas uma dose durante toda a vida, medida que está de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para os que tiverem interesse em saber quais atitudes tomar para combater o Aedes Aegypti, Mosquito transmissor da febre amarela e da dengue segue o link abaixo:

http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/aedes-aegypti

VOLTAR