II EXPOSIÇÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE RIBEIRÃO GRANDE

Publicado em 21 de novembro de 2019

No dia 12 de novembro, foi realizado na EMEF Prof. Heros Alciati, a II MOSTRA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO ENSINO FUNDAMENTAL I.

As atividades foram divididas nas salas com os temas: ÁGUA – PLANTAS, FLORES, FRUTOS E SEMENTES – SOLO – ANIMAIS – POLUIÇÃO DO AR E OBSERVAÇÃO DE AVES.

Contamos também este ano com um espaço onde os funcionários do Parque Intervales, fizeram explicações sobre a biodiversidade existente no local, e distribuíram plantas nativas para os visitantes.

O Departamento de Educação, Esporte e Cultura de Ribeirão Grande, em parceria com o Parque Intervales, na pessoa do gestor Tiago Conforti e da voluntária Elena Pattacini realizam o Projeto de Educação Ambiental desde o ano de 2017, que visa desenvolver nas crianças desde cedo a consciência dos problemas ambientais e estimulá-los a tentar buscar soluções para estes problemas.

Não é um processo fácil e nem rápido, já que nem todas as pessoas têm consciência de que elas mesmas podem estar prejudicando o ambiente (jogando lixo nas ruas, por exemplo) e, muitas vezes, não veem motivos para se preocupar. Mas, com o trabalho e o incentivo dos educadores, onde as crianças como protagonistas levam suas aprendizagens e experiência para a família, a educação ambiental pode trazer bons resultados.

A Educação Ambiental é um dos eixos fundamentais para impulsionar os processos de prevenção da deterioração ambiental, do aproveitamento dos direitos dos cidadãos a um ambiente sustentável. Ela implica uma nova concepção do papel da própria escola.

A articulação de seus conceitos, métodos, estratégias e objetivos é complexa e ambiciosa, mas o papel da escola não se reduz simplesmente a incentivar uma coleta seletiva de lixo, em seu território ou em locais públicos, para que seja reciclado posteriormente. Os valores consumistas da população tornam a sociedade uma produtora cada vez maior de lixo e de degradação do meio ambiente.

A necessidade que existe é, na verdade, de mudanças de valores, onde a relação do homem com a natureza é principalmente de sobrevivência.

Educação Ambiental para o município é um processo ativo, dinâmico, que impulsiona o indivíduo a proteger e melhorar o meio ambiente e o convencer da importância disso. Isso é o desenvolvimento sustentável na prática.

VOLTAR